Família pensava que tinha um "cão". mas era um urso

Uma mulher chinesa comprou um cachorro da raça mastim tibetano durante a época de férias.

Uma família chinesa foi forçada a desistir de seu cachorro de estimação depois de perceber que o animal adotado desde filhote é na verdade um urso negro asiático ameaçado de extinção.

De acordo com as autoridades, a família é suspeita de criar o animal ilegalmente, mas ela não foi punida porque está cooperando com os investigadores.

"Nós o lavamos todos os dias e o alimentamos com dois baldes de macarrão e uma caixa cheia de frutas", contou uma integrante da família à agência CCTV. "Quanto mais ele crescia, mais ele ficava parecido com um urso". A associação apenas foi feita quando o Little Black não parou de crescer e começou a mostrar um talento invulgar para se apoiar em duas patas. Apesar de informar ao zoológico, a família não tinha o certificado de nascimento do urso, e por isso, não pôde ser ajudada. "Eu tenho um pouco de medo de ursos", declarou Yun para a imprensa local.Após descobrirem a confusão, a família contactou autoriddes e pediram ajuda para o Centro de Resgate Animal de Yunnan, onde o animal está vivendo desde que sua natureza foi revelada. Após exames, o relatório preliminar informava que o animal estava bem de saúde e que não tinha nenhum tipo de ferimentos e cicatrizes no corpo.

Edition: