PM e bandidos morrem durante assalto a ônibus que vinha para Brasília

Em nota ao G1, a assessoria de imprensa da PM do Distrito Federal informou que Hernandes José Rosa ocupava o posto de 3º sargento, e que, em duas semanas, completaria 20 anos de polícia militar. O coletivo, da Real Expresso, vinha de São Paulo para Brasília.

Segundo informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dois bandidos atiraram contra o veículo, obrigando o motorista a parar.

Assim que os bandidos entraram, teriam identificado o PM, que estava fardado. Dois passageiros do veículo, que seguia de São Paulo para Brasília, também ficaram feridos e foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Nisso, o agente penitenciário reagiu e os dois indivíduos vieram a óbito no local.

O militar morava em Catalão (GO) e era lotado no 25° BPM, no Núcleo Bandeirante. Eles estavam com uma arma calibre 12 e uma pistola ponto 40 e, no quilômetro 61 da rodovia, próximo ao povoado de São Bartolomeu, começaram a atirar várias vezes em direção ao ônibus para que ele parasse.

Outros dois passageiros ficaram feridos. Um deles está em estado grave no hospital. Os corpos foram recolhidos e levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Formosa, que fica a 135 km de Luziânia, onde o crime ocorreu.

Edition: