Cantor sertanejo é acusado de estelionato

Divulgação Uma reportagem no jornal SBT Brasil, de sábado, dia 12 revela que o cantor sertanejo mineiro Eduardo Costa, está sendo investigado pela Polícia Civil (PC) por suspeita de estelionato, em decorrência de uma negociação imobiliária.

Conforme documento obtido pelo programa em 2015, o cantor teria adquirido uma casa na região da Pampulha, em Belo Horizonte, por R$ 9 milhões.

No entanto, o outro imóvel que entrou na negociação do cantor é avaliado em R$ 6 milhões e vem sendo investigada desde 2013 pelo Ministério Público.

O cantor Eduardo Costa é alvo de um inquérito aberto recentemente pela polícia de Minas Gerais, após receber a denúncia de que ele seria responsável por ter cometido uma fraude milionária.

Segundo o boletim de ocorrência, o cantor teria escondido as informações dos novos donos da mansão, que por sua vez processaram o cantor e pediram anulação de contrato na Justiça, além de R$ 10 mil por danos morais.

Em nota enviada ao SBT/Alterosa, a assessoria de Eduardo Costa disse que as acusações são "injustificadas, falaciosas, e que os fatos ainda não foram esclarecidos". O artista, intérprete de músicas de sucesso como Sapequinha e Pronto Falei, também não comentou o assunto em suas redes sociais, incluindo o Instagram, onde costuma publicar inúmeros Stories. No entanto, ele deverá ser notificado em breve.

Edition: