Marca de cosméticos Lush anuncia saída do Brasil

Em nota publicada em suas redes sociais, a Lush, loja de cosméticos inglesa, anunciou que vai encerrar suas atividades a partir do dia 20 de junho no Brasil. A empresa entrou no Brasil pela primeira vez em 1999 e, atualmente, está presente em 49 países, com 932 lojas físicas e 38 e-commerces.

A marca britânica que cria seus produtos com ingredientes naturais e feitos à mão, além de não realizar testes em animais e evitar o excesso de embalagens, já havia feito sua primeira empreitada em solo brasileiro de 1997 a 2007, quando funcionava por franquias - mas a experiência não deu certo. O Atendimento ao Cliente da Lush continuará disponível também até dia 31 de agosto de 2018. "Apesar do crescente aumento de vendas, depois de 4 anos enfrentando prejuízos, a alta carga tributária, a prolongada recessão econômica, somados a instabilidade política, tornou impossível à Lush continuar investindo e lucrar no país", informou a companhia. Em 2007, a empresa já tinha encerrado atividades no país, mas voltou ao mercado em 2014.

A Lush é uma marca que ficou conhecida no mundo pelo seu apelo ecológico. Segundo entrevista da empresária à revista Istoé Dinheiro, a Lush Brasil chegou a ter 25 lojas e faturar R$ 10 milhões por ano.

Mas os fundadores da marca quiseram assumir as operações da Lush fora da Inglaterra, incluindo no Brasil. Depois de sete anos, a empresa reabriu a marca por aqui trazendo lojas próprias e abrindo uma fábrica.

Procurada pela reportagem de VEJA SÃO PAULO, a marca nega que o fechamento tenha qualquer envolvimento com o processo envolvendo a empresária Sandra Isper Rocha. Ao todo, tinha 129 funcionários, sendo 44 na fábrica.

Edition: