Facebook suspende 200 aplicativos investigados por uso de dados

A rede social não entrou em detalhes sobre que tipos de dados eram coletados, e nem se o uso das informações era realmente indevida.

Desde que estourou o escândalo envolvendo o uso indevido de dados de milhões de usuários pela Cambridge Analytica, o Facebook prometeu fazer uma varredura em todos os apps de terceiros que poderiam ter abusado da coleta de informações na rede social.

Em um texto postado hoje, 14, pelo VP de Parcerias e Produtos da empresa, Ime Archibong, o Facebook declarou que após investigar milhares de aplicativos sobre a má utilização dos dados pessoais, suspendeu cerca de 200 deles.

Archibong ainda afirma que a companhia está com um grande time interno e externo trabalhando para que a investigação seja concluída o mais rápido possível.

"Se encontrarmos provas que essas e outros 'apps' usaram dados indevidamente, os vetaremos e notificaremos as pessoas", ressaltou o diretor do Facebook em comunicado.

O Facebook já mudou a sua política em 2014, por forma a limitar o acesso aos dados dos seus utilizadores, mas a empresa observou que algumas aplicações ainda tinham dados que tinham obtido antes dessa modificação.

Edition: