Cineasta Roberto Farias morre aos 86 anos

Morreu, nesta segunda-feira (14), o cineasta, produtor e distribuidor Roberto Farias, aos 86 anos, no Rio de Janeiro. Depois, fez vários filmes igualmente populares, com destaque para a trilogia protagonizada por Roberto Carlos: "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura" (1968), "Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa" (1970) e "Roberto Carlos a 300 Quilômetros por Hora" (1971).

Em 1982, mudou de gênero com "Pra Frente, Brasil", que mostrava a repressão da ditadura brasileira em longa estrelado pelo irmão, Reginaldo Faria. Também trabalhou com os Trapalhões, em "Os trapalhões e o auto da compadecida". Talentoso, Roberto produziu mais de 25 filmes, entre eles, o clássico filme brasileiro, "Assalto ao Trem Pagador", de 1962.

O cantor Roberto Carlos lamentou a morte do amigo.

Roberto foi também importante gestor do nosso cinema.

De acordo com familiares, Roberto Farias deixa quatro filhos, dez netos e já era bisavô.

O corpo será velado no Memorial do Carmo, na Zona Portuária da capital fluminense, e o enterro acontecerá em Nova Friburgo, na Região Serrana do estado, onde ele nasceu.

Edition: