A NASA revela sua nova missão em Marte

"Nós já temos ótimas visões de Marte tanto da superfície quanto da órbita".

A Nasa anunciou na sexta-feira que planeia enviar o primeiro helicóptero para Marte em 2020. A sua primeira missão seja realizada em conjunto com um robô sobre rodas que deve estudar a habitabilidade de Marte, procurar sinais de vida antiga e avaliar os recursos naturais, bem como os riscos para futuros exploradores humanos.

O Mars Helicopter tem uma fuselagem do tamanho de uma bola de softbal e células solares para recarregar suas baterias. Depois que o veículo pousar em solo marciano, colocará a aeronave no chão e se afastará.

Para voar na fina atmosfera de Marte, o helicóptero espacial deve ser super leve, mas o mais potente possível.

O veículo, batizado de InSight (cujo nome, em inglês, junta as iniciais do projeto Investigação Sísmica, Geodésia e Transporte de Calor) será utilizado para analisar a estrutura da terra do Planeta Vermelho, obtendo registro em torno de sua geologia, ciência sobre a origem e história do local, após estudos de itens existentes no subsolo. "A atmosfera de Marte é apenas 1% da Terra, isso significa que, quando nosso helicóptero estiver na superfície marciana, já estaria no equivalente da Terra a 100.000 pés [30 mil metros] de altitude", explicou Mimi Aung, gerente do projeto Mars Helicopter no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, em um comunicado à imprensa.

No primeiro voo de teste, a agência pretende fazer o helicóptero subir uma altura de 10 pés [três metros] e pairar por 30 segundos.

As pás de sua hélice giram 10 vezes mais rápido do que o ritmo das de um helicóptero na Terra para ganhar força de elevação na fina atmosfera de Marte, que é de somente 1% daquela do nosso planeta. Assim, ao longo dos próximos voos, conseguir aumentar o tempo e as distâncias percorridas.

Edition: