Fabricantes terão de incluir de fábrica patches de segurança do Android

Um dos maiores problemas do Android reside na ausência de atualizações, não apenas as de evolução do sistema operativo, mas também as mais básicas e importantes, as de segurança.

A Google também mudou o acordo feito com as fabricantes que sem comprometeram a liberar atualizações mensais de segurança.

A Google quer acabar com esta situação e tem alterado as regras ao longo dos anos, com resultados aquém do esperado.

Em uma palestra durante o I/O, o líder da área responsável pela proteção do Android, David Kleidermacher, ainda reforçou mudanças na política, segundo 9to5Google: "Nós também trabalhamos em incluir atualizações de segurança nos contratos com nossas fabricantes parceiras". Agora, isso realmente vai levar a um aumento notável no número de dispositivos e usuários recebendo patches de segurança regulares. Em breve, todas as fabricantes de smartphones Android serão obrigadas a liberarem atualizações de segurança para seus usuários. Agora, a Qualcomm estabeleceu uma parceria com o Google para facilitar as coisas. Na prática, vai permitir aos fabricantes atualizarem mais rapidamente os dispositivos para a versão Android mais recente.

Esta é uma mudança que já há muito se esperava. Com esta novidade este poderá ser um processo mais simples e direto.

Edition: