Vendas de equipamentos de comunicação caem em março

Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista cresceu 6,5% em relação a março de 2017, o maior resultado desde abril de 2014 (6,7%).

As vendas do Ceará no mês de março cresceram 1,1% em relação a fevereiro, de acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada esta sexta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O setor de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-1,1%), intensifica, em março, a queda observada em fevereiro (-0,7%), acumulando nesses dois meses uma perda de 1,8%, após avançar 2,1% em janeiro.

O setor de artigos de uso pessoal e doméstico avançou 13,8% no mesmo período, também puxada pelas vendas da Páscoa.

Cinco das oito atividades pesquisadas apresentaram variação positiva no volume de vendas na passagem de fevereiro para março de 2018.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região.

Por outro lado, os recuos frente a fevereiro foram registrados em equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-5%) e livros, jornais, revistas e papelarias (-1,2%), ambos com avanços, respectivamente, de 12% e 1,9% acumulados entre janeiro e fevereiro.

Já o volume de vendas do comércio varejista nacional variou 0,3% em março frente a fevereiro, após recuar 0,2% em fevereiro. Os maiores crescimentos em março na comparação com o mês imediatamente anterior foram dos Estados Espírito Santo (5,1%), Distrito Federal (4,4%) e Acre (4,1%) logo seguido da Paraíba (3,8%), enquanto a taxa média do país foi de apenas 0,3%. Em fevereiro, nesta base de comparação, a alta era de 83%.

Edition: