Índios fecham Eixo Monumental em protesto no DF

Dentro da programação do Acampamento Terra Livre 2018, que começou nesta segunda-feira (23) em Brasília, uma audiência pública no Senado debate violência contra os indígenas e a participação dos povos originários no campo político. O trânsito foi normalizado por volta das 13h. Por volta das 9h, eles saíram em passeata do Memorial dos Povos Indígenas, onde estão instalados, rumo à Rua das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional.

Cerca de 1.500 manifestantes indígenas fecharam os dois sentidos do Eixo Monumental, no Distrito Federal, na manhã desta quinta-feira (26).

De acordo com o G1, o trânsito ficou parado nas seis faixas da via S1, sentido Congresso Nacional, das 11h às 11h30, gerando um congestionamento de cerca de 2 km. Os alunos entraram em confronto com a Polícia Militar. A chamada "tese do marco temporal", que ainda deve ser objeto de análise no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), desagrada tanto indígenas quanto entidades ligadas aos direitos desses povos.

A programação de eventos no Acampamento Terra Livre ocorre até sexta (27), com reuniões plenárias, rituais, rezas, danças, lançamentos de publicações e a projeção de filmes e documentários. O grupo se concentra na frente do Palácio do Buriti, sede do Executivo no DF.

O texto, assinado pelo presidente Michel Temer (MDB) no ano passado, estipula que os índios só têm direito a terras se estivessem nelas antes da promulgação da Constituição de 1988.

Edition: