Atlético-GO vence Guarani em partida eletrizante

Em confronto de cinco gols, válido pela terceira rodada do Brasileiro da Série B, o Dragão derrotou o Guarani por 3 a 2, com dois de João Paulo e um de Fernandes. Melhor para o Dragão, que venceu por 3 a 2, com dois gols de João Paulo e Fernandes.

Ricardinho (Guilherme, min. 12/2ºt), Baraka; Bruno Nazário, Rondinelly (Serafim, min. 36/2ºt), Denner; Caíque (Anselmo Ramon, min. 12/2ºt).

O time da casa construiu a vitória já no primeiro tempo. Até a reta final, os comandados de Umberto Louzer voltaram a ser dominados e perderam.

Com seis pontos, o Atlético-GO se iguala aos líderes da Série B, ocupando a quinta colocação.

As equipes só voltam a campo no próximo sábado. No mesmo dia, às 19h, o Guarani faz o clássico contra a Ponte Preta no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP). Três minutos depois, o jogo incendiou.

A pressão seguia forte, Ricardinho cobrou falta, e novamente Klever apareceu para salvar o Atlético-GO, que não via a cor da bola nos minutos iniciais.

Cobrança de escanteio de Júlio César e a bola após um desviou sobrou para João Paulo dominar e bater para abriu o marcador aos 23 minutos de jogo. Aos 18, Lenon cruzou a bola fechada, Klever soltou na pequena área e Bruno Nazário tocou no reflexo para descontar em Goiânia.

Atlético 2x0 - No finalzinho do 1º Tempo uma assistência precisa de Rômulo para Fernandes que tocou na saída do goleiro Bruno Brígido. Titofoi finalizar, e acabou errando o chute.

O gol empolgou os donos da casa, que seguiam criando as principais chances de gol. Em cruzamento da direita, Klever, que vinha bem no jogo, falhou, e a redonda rebateu em Bruno Nazário.

Na sequência, mais um do Bugre. Em cobrança de falta na área, Klever, saiu mal, falhou de novo, e Anselmo Ramon, completou como um legítimo centroavante para colocar a equipe de volta na partida.

Atlético - Klever; Alisson, Willians Alves, Renê Santos e Bruno Santos; Rômulo, Fernandes e Bileu; João Paulo (Cristhyan), Tito e Júlio César.

Nos minutos finais, o Guarani foi com tudo, tentou pressionar, sofria contra-ataques, mas não conseguiu o empate e saiu derrotado por 3 a 2.

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Wendel de Paiva Gouveia, ambos do Rio de Janeiro.

O Atlético continuou em cima no segundo tempo e fez o terceiro aos 13 minutos.

Edition: