Briga entre Biel e Duda Castro vira caso de polícia nos EUA

O apresentador Leo Dias, do Fofocalizando, revelou no programa desta sexta-feira (20) que o funkeiro MC Biel está sendo acusado de agressão contra a esposa nos Estados Unidos.

Biel também foi agredido por Duda com um copo de vidro e levou 13 pontos na testa. Porém, ainda conforme divulgado pelo 'Fofocalizando', Duda afirmou que tudo "foi um plano arquitetado por Biel e os amigos", pois ele estava preocupado em perder seu Green Card (visto permanente de imigração aos Estados Unidos) após o divórcio. Ela teria desmaiado durante a briga e também teria sido atacada pela irmã do cantor, Giovanna Marins, segundo a sua assessoria de imprensa.

O julgamento de Biel será no próximo dia 26 de abril, pela Corte Americana.

"Ele me conquistou aos poucos, mas veio morar comigo nos Estados Unidos no segundo mês de namoro, quando sua equipe sugeriu que ele sumisse, por conta dos escândalos de assédio que ele vivia no Brasil", contou a modelo. Ele me pediu em casamento para se legalizar nos EUA, fato assumido por ele no último mês do matrimônio.

- Sofri tudo quanto foi tipo de violência verbal, sexual, psicológica e moral. "[Biel] me manteve dormindo no chão de casa nos últimos meses e, muitas vezes, sem comida". Sofri muita humilhação, me chamava de esposa, mas dizia para os outros que estávamos separados. Fui ao meu limite na Páscoa e acabei tendo uma terrível briga com ele. Estou destruída, pesando 45kg. Eu não quero mais esse assunto na minha vida. Biel comentou em uma foto do casal e recebeu várias respostas.

Em 2017, numa entrevista, Biel foi acusado de assédio à jornalista Giulia Pereira.

Depois da repercussão, Biel gravou vídeos no Instagram se defendendo.

"Acabei de acordar e estou vendo tumulto, gente que não sabe o que está falando".

Na sequência, ele divulgou o vídeo da briga. Porque a Eduarda, durante nosso processo de divórcio, não quis aceitar, não ajudou e não está ajudando até agora a finalizar isso. Ela tem hackeado meu email de trabalho. E não contente ela fez isso aqui. "Você não faz isso com uma pessoa", disse, exibindo os ferimentos. Ela está desesperada e fazendo o que resta, que é colocar a boca no trombone e falar merda. O vidro quebrou na minha cara. Última maneira de chamar atenção. "Eduarda para, para porque eu não queria ter tido que vir aqui fazer isso. Vamos ser feliz. Minha vida virou do avesso, saí da casa onde eu estava, não tive o que fazer". "Minha irmã teve que abrir mão da estadia dela nos Estados Unidos para voltar pro Brasil, porque meus pais não quiseram deixar ela aqui sozinha passando pelas coisas que ela estava passando". Ele ressalta também que contra Duda existe uma medida protetiva que não permite que a moça se aproxime dele por cinco anos. Eu queria poder falar com ela, resolver tudo, mas não sei se quero falar com uma pessoa que fez isso comigo. Vai viver a sua vida velho.

Edition: