Ponte Preta rebate denúncia de Náutico: 'Sem irregularidade'

A movimentação desta terça, na Arena de Pernambuco, foi fechada à imprensa. O pontapé inicial para o confronto decisivo está marcado para às 21h45 (no horário de Brasília). A única finalização saiu nos minutos finais em falta cobrada por Wallace Pernambucano e defendida pelo goleiro Ivan. Para os jogadores, a classificação ainda não está garantida e toda cautela é necessária para evitar uma eventual reviravolta. As quartas de final da Champions League são o exemplo maior e mais e recente: "dois do maiores times do mundo fizeram bons resultados no primeiro e depois... se aconteceu com eles, por que acharíamos que vai ser jogo fácil pra nós?", disse Tiago Real, em referência aos duelos entre Real Madrid e Juventus, e Barcelona e Roma, pela Liga dos Campeões. Sempre é bom lembrar que na atual edição da Copa do Brasil o gol fora de casa não é mais considerado um critério de desempate.

A escalação titular do técnico Doriva tem apenas um mudança em relação ao time que venceu a partida de ida.

Neste final de semana, os dois times voltam a jogar pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Na lateral-direita, Igor retorna ao time, assumindo a vaga que foi ocupado por Tony. "Vamos aguardar os treinos e vamos colocar em campo quem estiver com uma condição ideal para reverter o resultado", apontou.

Por desgaste muscular, o treinador deve promover mudanças também no sistema defensivo, com o provável retorno de Breno Calixto.

A partida entre Ponte Preta e Náutico já acabou dentro de campo, mas fora do gramado ainda tem repercussão.

Quem está fora: Ortigoza (liberado para resolver assuntos pessoais), Jobson (suspenso), Bryan (lesão no joelho), Fernandinho (lesão na coxa) e Odilávio (conjuntivite).

NÁUTICO: Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Kevyn; Negretti, Wendel e Júnior Timbó; Rafael Assis, Robinho e Ortigoza.

Edition: