Tudo o que rolou no show de Beyoncé no Coachella 2018

Beyoncé foi a atração principal do sábado (14) de Coachella, festival de música que acontece anualmente na California (EUA), e fez um show inesquecível. A apresentação mais aguardada do festival ainda contou com a participação do marido dela, Jay-Z, de Solange Knowles, sua irmã, e de Michelle Williams e Kelly Rowland, que fizeram um revival do grupo Destiny's Child. "Obrigada por me deixar ser a primeira mulher negra headliner do Coachella", agradeceu a cantora.

A performance completa ainda não foi divulgada. A reunião do Destiny's Child se tornou realizadade quando tocaram juntas Say My Name.

A cantora exibiu uma excelente forma físca, cerca de 10 meses depois de ter dado à luz os gémeos Sir e Rumi, em junho do ano passado.

Vestida como uma espécie de Cleópatra dos tempos modernos, Beyoncé entrou em cena com seus dançarinos e começou o show com o antigo sucesso "Crazy in love".

Beyoncé fez uma homenagem a Nina Simone, fazendo um mashup das músicas Drunk in Love com Lilac Wine.

A cantora incluiu um trecho do trecho de um discurso de Malcolm X, um dos líderes nas décadas de 1960 e 1970 que reivindicava direitos civis para a população negra, durante a música Don't Hurt Yourself. Em 2017, ela participaria do festival, mas foi substituída por Lady Gaga. O público que esperou pela apresentação não se arrependeu.

"Estou tão entusiasmada por ver a BeyHive esta noite no Coachella".

Edition: