Síria: "Missão cumprida" saúda Donald Trump

"Prepara-te Rússia, porque eles vão começar a chegar, bons, novos e inteligentes!", escreveu Trump na rede social Twitter, depois de o embaixador russo no Líbano, Alexander Zasipkin, ter dito que quaisquer mísseis lançados por Washington contra a Síria serão abatidos pelas forças de Moscovo e que as plataformas de lançamento passarão a ser um alvo. Desta vez, porém, o presidente atacou o que chamou de mídia de notícias falsas ("Fake News Media") e defendeu o uso da expressão "missão cumprida". Obrigada à França e ao Reino Unido por sua sabedoria e pelo poder de seus excelentes exércitos. O ataque, no início do sábado (14) (hora local, noite de sexta-feira no horário de Brasília), foi uma retaliação contra um suposto ataque com armas químicas ocorrido em Douma, um subúrbio de Damasco que era controlado por rebeldes.

O presidente dos EUA comentou pela primeira vez a recente ataque de mísseis realizado pela coalizão ocidental contra o território sírio, qualificado por Damasco como um ato de "agressão brutal", dizendo que "a missão está cumprida". "Eu sabia que eles iriam se concentrar nisso, mas achei que o uso de um termo militar tão ótimo deveria ser resgatado".

O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, busca conter a oposição doméstica a suas políticas comerciais com um pacote de ajuda para fazendeiros afetados pela disputa entre os Estados Unidos e a China, de acordo com autoridades envolvidas no assunto. Trump disse que nunca pediu lealdade pessoal a Comey.

"Estou tão orgulhoso dos nossos grandes militares que logo serão, após gastarmos bilhões de dólares completamente aprovados, o melhor que o nosso país algum dia teve".

Edition: