Trump promete decisões importantes sobre a Síria em 24/48 horas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu tomar decisões "importantes" em um prazo de 24 a 48 horas em resposta ao suposto ataque químico em Duma, cidade em Ghouta Oriental que ainda abriga focos de resistência rebelde e situada nos arredores de Damasco, capital da Síria. "Agora temos que tomar algumas. decisões, então elas serão tomadas muito em breve".

Por sua vez, o senador por Kansas, Pat Roberts, disse que o presidente americano quer "ver se talvez possamos dar outra analisada no TPP", o que, segundo o parlamentar, "seria uma boa notícia para todas as regiões agrícolas do país".

O presidente disse que os EUA ainda estão tentando entender quem está por trás do suposto ataque, "se a Síria, a Rússia, o Irã ou todos juntos".

"Temos prova de que na semana passada. armas químicas foram usadas, ao menos com cloro, e que foram usadas pelo regime de Bashar al-Assad", disse Macron, sem dar detalhes de qualquer indício. "Vamos manter até lá contato permanente com nossos aliados como Reino Unido, Arábia Saudita e França", disse. "Moscou falhou em garantir segurança contra ataques químicos na Síria e protege Assad de seus crimes", afirmou.

"A primeira coisa a considerar é por que ainda estão usando armas químicas, quando a Rússia foi garantidor da retirada de todas as armas químicas" na Síria, declarou Mattis no Pentágono, em uma reunião com o seu colega do Catar.

A porta-voz afirmou ainda que os EUA "consideram que a Rússia e a Síria fizeram ataque químico a Douma", mas que não há um calendário preestabelecido para o caso.

Edition: