Marfrig Global Foods anuncia aquisição da americana National Beef

O papel fechou em alta 18,8 por cento, cotado a 7,39 reais. O Ibovespa encerrou em queda de 1,8 por cento e as ações da JBS tiveram baixa de 1,2 por cento.

Analistas afirmaram que a companhia resultante da aquisição será menos endividada e melhor posicionada para lucrar no mercado global de carne bovina.

A transação também dará à Marfrig acesso ampliado ao mercado norte-americano quase um ano depois que os EUA proibiram importações de carne in natura do Brasil alegando questões de segurança alimentar.

A Marfrig Global Foods divide-se em duas operações.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (9), a farmacêutica suíça Novartis anunciou a celebração de um acordo para comprar a empresa americana AveXis, especializada em tratamentos genéticos, por US$ 8,7 bilhões.

Atualmente, a National Beef é a mais eficiente e uma das mais rentáveis companhias do setor nos Estados Unidos.

A empresa está sediada em Kansas City, estado de Missouri, e tem 2 unidades localizadas em Dodge City e Liberal, ambas no estado do Kansas. National Beef também tem escritórios comerciais no exterior, localizados no Japão, Coréia do Sul e Hong Kong.

"Com a transação, teremos operações nos dois maiores mercados de carne bovina do mundo, chegaremos a países consumidores extremamente sofisticados e conseguimos crescer mantendo uma rigorosa disciplina financeira", disse Secco.

O segundo objetivo alcançado com a transação é a melhoria nos indicadores de alavancagem da Marfrig, que passará a consolidar em seu balanço 100% dos resultados da National Beef.

Outra medida para a redução da alavancagem (dívida líquida divida pela geração de caixa) da Marfrig é a decisão de vender a Keystone Foods. A transação ainda será submetida à aprovação de alguns órgãos reguladores internacionais, como Federal Trade Commission e Antitrust Division of the Justice Department dos Estados Unidos.

Desde 2011, a National Beef é controlada pela holding de investimentos americana Leucadia National Corporation, que detinha 79% de participação.

Segundo o fato relevante, o acordo prevê a aquisição de 5.448,40 ações, sendo 5.104,00 de propriedade da Leucadia e representativas de 48% do capital votante e total da National Beef, e 344,40 de propriedade de acionistas minoritários e representativas de 3% do capital votante. A US Premium Beef, associação de produtores norte-americanos, ficará com 15 por cento e outros acionistas com os 3 por cento restantes.

"Tanto a Leucadia quanto os demais investidores se comprometeram a manter suas ações da National Beef por um período mínimo de cinco anos", disse a Marfrig.

Edition: