Guardiola: "Fiquei satisfeito por termos perdido da forma como perdemos"

Local: Etihad Stadium, em Manchester (Inglaterra). Para ele, um título a nível internacional no Manchester City é questão de tempo.

O treinador espanhol ainda precisa se preocupar com Jürgen Klopp.

Em caso de vitória por 3 a 0, do City, em casa, ou seja, sem nenhum gol do Liverpool, o jogo vai para a prorrogação.

A situação do Manchester City na Liga dos Campeões está longe de ser das mais fáceis.

Já o Liverpool é o 3° colocado na Premier League, com 67 pontos, e brigam diretamente pela vice-liderança.

Ao receber o Liverpool em sua casa nesta terça, o City entrará em campo como a 31ª equipe a buscar reverter esta desvantagem pela Champions League.

O último confronto entre as equipes aconteceu na última quarta-feira (4).

LIVERPOOL: Karius; Alexander-Arnold, Van Dijk, Lovren e Robertson; Oxlade-Chamberlain, Wijnaldum e Milner; Mané, Firmino e Salah.

Para superar o resultado adverso e conquistar a classificação histórica, Guardiola deve escalar um trio de ataque composto por Sergio Agüero, Gabriel Jesus e Leroy Sané. John Stones, que perdeu o Derby de Manchester com um problema muscular, é dúvida.

No entanto, os Reds não terão Joel Matip (coxa), Emre Can (costas), Adam Lallana (coxa) e Joe Gomez (tornozelo), enquanto o capitão Jordan Henderson é desfalque por suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Pep Guardiola sabe que somente a perfeição pode fazer o City recuperar a desvantagem do jogo de ida.

"Para nos classificarmos, precisamos fazer uma partida perfeita".

"Para passar, temos que ter o jogo perfeito". Dar pouco espaço para eles, defender bem e criar muitas ocasiões de gol.

"Claro que temos de marcar o primeiro e depois o segundo, vamos ver".

No momento tudo indica que teremos Liverpool e Barcelona na semifinal da Liga dos Campeões.

O último desfalque para o time treinado pelo alemão Jürgen Klopp é o volante inglês Jordan Henderson, que também ostenta a braçadeira de capitão.

Edition: