Moro determina prisão de Lula até 17h de sexta-feira

Foi "vedada a utilização de algemas".

Segundo o documento, o petista terá uma sala reservada na "própria Superintência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-Presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física".

O ex-presidente foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. em 2ª Instância.

O juiz Sérgio Moro assim que recebeu a comunicação oficial do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TFR-4), determinou a prisão do ex-presidente Lula da Silva. Para quem não sabe, a acreana é defensora do ex-presidente e militante ativa do Partido dos Trabalhadores (PT).

"Hipotéticos embargos de declaração de embargos de declaração constituem apenas uma patologia protelatória e que deveria ser eliminada do mundo jurídico", escreveu Moro.

Os detalhes da apresentação de Lula à PF devem ser discutidos pela defesa com o delegado Maurício Valeixo, também Superintendente da PF no Paraná, determinou Moro.

"A decisão do Supremo Tribunal Federal de negar o habeas corpus preventivo para Lula pode gerar um efeito negativo, que é o de transformar Lula em mártir".

A lei da "Ficha Limpa", relativa à idoneidade dos candidatos à Presidência da República, impede que réus condenados por tribunais em duas instâncias se candidatem, depois de esgotados todos os recursos. Já o TSE tem até o dia 17 de setembro para aceitar ou rejeitar as candidaturas.

Dirigentes petistas, por sua vez, argumentavam que era impossível negociar qualquer termo de prisão de Lula antes de um resultado final do STF, para não dar a impressão de que o ex-presidente estava entregando os pontos. A Lei da Ficha Limpa prevê a possibilidade de alguém continuar disputando um cargo público caso ainda existam recursos contra a condenação pendentes de decisão.

Edition: