Apple Pay chega ao Brasil em parceria com banco

Embora os esforços de expansão da Apple para sua plataforma de pagamento digital tenham diminuído um pouco, o serviço ainda continua se expandindo pelo mundo. Inclui também oferta de desconto aos clientes dos cartões de crédito do Itaú Unibanco na compra de dispositivos da Apple. Depois disso, ele deve ser expandido para outras instituições financeiras.

Mesmo que você possua apenas um cartão de crédito, terá que cadastrá-lo individualmente em cada aparelho da Apple que pretende usar o Apple Pay, pois cada dispositivo receberá um código único, aumentando a segurança nas transações.

Se a novidade se confirmar nesta quarta, o Brasil será o primeiro país da América do Sul a receber o suporte do serviço. Mas se você pretende usar o Apple Watch, basta pressionar duas vezes o botão lateral e aproximar do terminal de pagamento.

A empresa garante que nenhuma informação do cartão de crédito ou das transações feitas pelos usuários é armazenada em seus servidores. Nos Estados unidos e Canadá, o Apple Pay já é utilizado desde 2014.

A Apple estabeleceu parcerias com redes de varejo, lojas e restaurantes para o lançamento da tecnologia no Brasil. "Conseguimos encontrar um ponto de equilíbrio em que temos benefícios para nossos clientes e eles conseguiram expor a marca no Brasil", diz Marcelo Kopel, diretor executivo da área de cartões do Itaú Unibanco.

Até o momento, as já disponíveis Google Pay e Samsung Pay, não conseguiram fazer os brasileiros utilizarem o sistema como o esperado. Há estimativas de que 75% das máquinas de cartão usadas em estabelecimentos do Brasil já possuem suporte a NFC por hardware, mas aceitar o pagamento por iPhone vai depender também de suporte por software, que varia de loja para loja.

Além das maquininhas, o Apple Pay também pode ser usado na web e dentro de apps compatíveis.

Edition: