FIFA confirma utilização do VAR no Mundial 2018

O Video Assistant Referee (termo em inglês para designar o árbitro de vídeo), ou VAR, já tinha sido incluído nas regras do futebol pela International Board - a entidade que aplica as regras do futebol mundial - há duas semanas, e seu uso na Copa já era dado como certo.

A Fifa deu sinal verde para a maior revolução em uma Copa do Mundo, desde a incorporação da tecnologia da linha do gol (GLT).

"Estamos muito contentes com essa decisão". Além de reduzir em dois anos a idade de seus torneios de base, a nova medida facilitaria a liberação dos atletas por parte dos clubes para a disputa do Mundial.

A Taça das Confederações, realizada no ano passado (Portugal terminou em terceiro, após derrotar o México por 2-1, no prolongamento), foi o grande teste ao VAR, tecnologia já usada em algumas das principais ligas da Europa, como a italiana, a alemã e a portuguesa.

"Vamos ter a primeira Copa do Mundo de 2018 com o ábitro de vídeo".

"Tiveram situações contundentes. Sem o VAR, o árbitro comete um erro importante a cada três jogos". Com o VAR, o árbitro comete um erro a cada 19 jogos. Com os laterais, hoje, em cada partida, se perde 7 minutos. Uma decisão do VAR muda um jogo - explicou o dirigente.

A criação do torneio e seus detalhes serão discutidos no Conselho da FIFA, em Bogotá, na Colômbia. Estamos realmente estudando isso, eu acho que eu talvez tenha sido o mais cético de tudo. Sem provar, não saberíamos como ia funcionar.

Edition: