Rússia testou míssil capaz de iludir escudo de defesa dos EUA

A Rússia testou com êxito o lançamento do novo míssil hipersónico integrado no sistema de mísseis aéreos de alta precisão Kinzhal, que é capaz de iludir o escudo antimísseis norte-americano, anunciou neste domingo o Ministério da Defesa russo.

A Rússia diz que tem um alcance superior a dois mil quilómetros e uma velocidade dez vezes superior ao som.

Mais cedo, o Ministério da Defesa informou que a tripulação de um MiG-31 da Força Aeroespacial da Rússia tinha efetuado um lançamento de teste do míssil hipersônico do sistema Kinzhal, recentemente apresentado pelo presidente russo, Vladimir Putin, durante sua mensagem à Assembleia Federal. Foi apresentada 17 dias antes das eleições presidenciais pelo chefe de Estado e candidato a um novo mandato durante o discurso sobre o Estado da nação, juntamente, com o novo arsenal estratégico do país.

Sistema antiaéreo russo Pantsir-S1
Sputnik Evgeny Biyatov Sistema de defesa antiaérea Pantsir será equipado com armas hipersônicas

No ensaio realizado, foi confirmada a trajetória do voo do míssil, que o torna indetetável para os radares inimigos.

Putin confirmou que o míssil é único no mundo e que consegue passar despercebido ao sistema antimíssil americano. Putin revelou então que o Kinzhal, que pode transportar ogivas nucleares e cargas convencionais, está ao serviço do exército russo desde 1 de Dezembro.

Em entrevista ao canal NBC, Putin aponta o dedo aos Estados Unidos pela atual corrida ao armamento.

Edition: