PSL realiza cerimônia de filiação para Jair Bolsonaro

Sob gritos como "o capitão chegou" e "Lula na cadeia", o deputado federal Jair Bolsonaro (RJ) participou, na noite desta quarta-feira (7), de ato de filiação ao PSL, na Câmara dos Deputados.

No discurso, o deputado falou de planos para o país e disse que, se for eleito presidente, seu eventual ministério terá "gente gabaritada, com civis e com militares". Segundo afirmou, já pretendia concorrer à Presidência em 2014, mas se questionava sobre como alcançaria o posto "sem dinheiro, sem conchavos" e sem um "grande partido".

O PSL informou que desde o anúncio da migração de Jair Bolsonaro do PSC para o PSL, em 5 de janeiro, cerca de 3.000 pessoas pediram para se registrarem no partido.

A expectativa é que de 10 a 15 deputados também migrem para a legenda, para formar a tropa de choque do pré-candidato durante a campanha eleitoral. Entre as bandeiras que levantam estão a revogação do Estatuto do Desarmamento, a redução da maioridade penal e regras mais duras sobre o aborto. Caso Lula seja impedido pela Justiça, Bolsonaro sobe na preferência do eleitorado, seguido por Marina Silva (Rede), porém, bem mais distante, assim como os demais candidatos dos partidos tradicionais.

Edition: