Fuga de gás e incêndio obriga a evacuar prédio em Sintra

De acordo com fonte do Comando Distrital de operações de Socorro de Lisboa, os dois feridos graves foram encaminhados para o Hospital de Santa Maria, dois feridos leves foram levados para o Hospital Amadora-Sintra e cinco pessoas recusaram receber tratamento hospitalar.

O alarme foi dado "a meio da tarde", quando se detectou uma "fuga de gás no hall de entrada" do prédio, entretanto evacuado.

O acidente aconteceu cerca das 17:00, tendo sido deslocados para o local 11 viaturas e 25 operacionais, de entre as corporações de bombeiros, INEm e PSP.

Pelas 18h30, Pedro Brás explicava à Lusa que decorre uma avaliação da situação, com a Protecção Civil, para determinar o possível regresso dos moradores ao edifício.

"Há uma grande articulação" entre as diferentes antidades, garantiu.

O incêndio terá espoletado devido a uma fuga de gás e o piquete está no local, sendo que o fogo já está dominado.

Edition: