Criadores de 'Stranger things' negam comportamento abusivo em set

Matt e Ross Duffer, criadores e showrunners de Stranger Things, foram acusados nesta semana de abusar verbalmente de mulheres da equipe da série, que supostamente teriam feito com que pessoas fossem demitidas ou forçadas a pedir demissão. Em comunicado, eles se disseram "profundamente chateados em saber que alguém se sentiu desconfortável no set".

Ela aproveitou o tema do Dia Internacional da Mulher para fazer uma postagem em sua conta pessoal do Instagram, afirmando que não voltaria mais a trabalhar em "Stranger Things" em apoio à irmandade feminina.

"Eu pessoalmente testemunhei dois homens, em alta posição de poder naquele set, abusarem verbalmente de múltiplas mulheres". "No entanto, achamos importante não descaracterizar o nosso set, onde acreditamos que todos devem ser tratados de forma justa, independentemente do gênero, orientação, raça, religião, ou outra coisa".

"Prometi a mim mesma que sempre que eu estivesse em uma situação que eu pudesse falar algo, eu falaria".

"Continuamos comprometidos em proporcionar um ambiente de trabalho seguro e colaborativo para todos em nossas produções", concluíram. Tenho 11,5 mil seguidores que podem me ouvir falar isso: TIME IS UP.

A terceira temporada de "Stranger Things" ainda não tem uma data de estreia, mas espera-se que seja lançada em algum momento de 2019.

A Netflix informou ter investigado o caso, mas não encontrou indícios de conduta inadequada.

Edition: