Super Seducer foi recusado pela Sony e não será publicado na PS4

A PlayStation tomou a decisão de não vender Super Seducer, um jogo desenhado para te ensinar técnicas de 'engate', na sua loja online.

Em um tempo de discussões na indústria, que ainda trilha uma linha tênue entre juvenilidade e assédio, Super Seducer é menos que oportuno ao tentar transformar um assunto sério em diversão.

Em um comunicado à imprensa, la Ruina afirmou que Super Seducer é o game "mais realista já feito" e que coloca "jogadores em cenários do dia-a-dia (como uma cafeteria, um escritório ou um bar) e eles podem fazer praticamente o que quiserem para ver como isso daria certo com uma garota bonita".

Lançado nesta última terça-feira (6) para PC, o game estava previsto também para PS4, mas teve a venda impedida pela própria fabricante do videogame, que confirmou a informação ao site Motherboard sem dar detalhes sobre o motivo para a proibição. "Começar a tocar-se para a deixar excitada" e "ver os seus brincos como uma desculpa para lhe tocar", são algumas ações do jogo.

Super Seducer é um jogo que utiliza vídeos com atores reais para ensinar a conquistar mulheres com dicas de Richard La Ruina. "Meu comentário é que eu não tenho nenhum comentário sobre isso".

Edition: