Moro condena Bendine a 11 anos de prisão — Urgente n'O Antagonista

Segundo eles, Bendine se colocou como interlocutor da Presidência e disse que iria resolver os problemas financeiros de empresas envolvidas na Lava Jato.

A acusação teve como ponto de partida as delações de Marcelo Odebrecht e do ex-diretor da Odebrecht Ambiental, Fernando Reis.

Como ele firmou acordo de delação premiada, no entanto, o juiz adotou as penas previstas na colaboração.

O doleiro Álvaro Novis, que também é delator, foi sentenciado a quatro anos e seis meses, mas também substituída por aquela prevista em acordo de delação. Bendine está preso desde 27 de julho do ano passado, quando a Polícia Federal deflagrou a 42ª fase da Operação Lava-Jato, batizada de Cobra. Já Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, denunciado na ação, foi absolvido por falta de provas.

Os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, negou nesta quarta-feira (7), de forma unânime, um habeas corpus da defesa do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil Aldemir Bendine.

A defesa de Aldemir Bendine afirmou que vai recorrer da sentença porque ele não é culpado das acusações e pelo caráter elevado da pena, visto que, segundo a defesa, Bendine foi absolvido das acusações de integrar organização criminosa, de obstruir a Justiça, de duas das três acusações de corrupção e de seis das sete acusações de lavagem de dinheiro.

Marcelo Odebrecht está em prisão domiciliar desde dezembro de 2017, depois de ter cumprido dois anos e meio em regime fechado. Ele foi conduzido ao cargo na estatal pela ex-presidente Dilma Rousseff, depois da saída de Graça Foster do comando da empresa.

Segundo a força-tarefa da Lava Jato, os crimes ocorreram de 2014 a 2017.

Em 2015, Bendine deixou o Banco do Brasil com a missão de acabar com a corrupção na petroleira, alvo da Lava Jato.

Dos R$ 3 milhões recebidos, afirmou que pagou um terço a Bendine, guardou R$ 1 milhão e pagou outro R$ 1 milhão ao empresário Joesley Batista, da JBS, com quem tinha uma dívida.

Edition: