Guardiola detona atuação "muito, muito pobre" do Manchester City contra o Basel

O jogo de ida foi vencido por 4 a 0 pelo City, fora de casa.

Em terras de Sua Majestade, os citizens foram surpreendidos em casa, saindo derrotados por 1-2.

Gabriel Jesus não iniciava uma partida desde o dezembro do ano passado, quando lesionou o joelho direito. O brasileiro balançou as redes novamente, depois de quatro meses sem marcar.

Gol de Jesus: autor do único tento dos donos da casa, Gabriel Jesus encerrou seu jejum, já que não marcava desde 18 de novembro de 2017.

Como já é característico, o Manchester City manteve a posse de bola alta durante toda a partida.

O Tottenham lamentará as chances perdidas no primeiro tempo e também um cabeceiamento de Harry Kane que bateu na trave aos 45 da segunda etapa, prevalecendo a experiência do time de Massimiliano Allegri, vice-campeão em duas das últimas três temporadas.

A turma inglesa já estava praticamente garantida desde a primeira mão, depois da goleada caseira ao Basileia, e em noite de 'cumprir formalidades' até perdeu na Suíça, por 1-2.

Por fim, quando perguntado sobre o nível da próxima fase, o técnico não titubeou: "A diferença é que nas quartas de final, todas as equipes serão difíceis e exigentes". Vale mencionar que o time já havia estabelecido tal recorde na Premier League ao acertar 927 passes diante do Chelsea, no final de semana.

Manchester City: Bravo; Danilo, Stones, Laporte e Zinchenko; Yaya Touré, Gündogan (Brahim Díaz - 20'/2ºT) e Foden (Adarabioyo - 43' 2ºT); Bernardo Silva, Leroy Sané e Gabriel Jesus. Pep Guardiola admite que o time terá que reagir para a sequência da Liga dos Campeões.

Edition: