Premier Leagu: Manchester City segue em frente, enquanto problemas do Chelsea continuam

O segundo tempo começou com um golo de Bernardo Silva, o meia português está imparável e marcou pela segunda vez consecutiva. Agüero foi escalado no comando do ataque, com a aproximação de Sané, Bernardo Silva, David Silva e Kevin De Bruyne. Com o resultado, o Manchester City chega a 78 pontos, 18 a mais em relação ao segundo colocado, o Liverpool, que nesta rodada venceu o Newcastle por 2 a 0.

Com a derrota, o Arsenal segue distante da faixa de classificação para a Champions League, em sexto lugar, com 45 pontos, oito a menos que o Chelsea, o quinto colocado, posição que garante a disputa da fase preliminar. O Chelsea respondeu com um chute de Moses a passar ao lado da baliza de Ederson. O atacante Gabriel Jesus entrou aos 40 minutos do segundo tempo e não teve tempo para aparecer. Em busca de nomes de peso para o time do Manchester City, o técnico estaria trabalhando em uma verdadeira missão para convencer o meia a deixar a Espanha e acertar com o provável campeão inglês.

Voltando a ser o destaque dos Blues mesmo com a compacta marcação dos Citizens, William foi responsável pelo único lance de seu time no ataque.

Em um primeiro tempo sem muitas oportunidades de gol, o Manchester City foi superior. Lewis Dunk e Glenn Murray construíram a vantagem para a equipa da casa, que perto do intervalo permitiu o golo de Aubameyang, que deu alguma esperança ao Arsenal. A bola passou por toda a área e encontrou Bernardo Silva, que deu um chute sem muita potência, mas o suficiente para bater Courtois.

Mesmo após assinar um incrível contrato vitalício com o Barcelona, Andrés Iniesta já considera mudar de ares, e seu destino pode ser a Premier League. Por esta altura contavam-se sete remates para o City e apenas um para o Chelsea. O time joga na próxima quarta-feira pela Liga dos Campeões da Europa, mas nem precisa se preocupar em preservar titulares, pois na ida das oitavas de final, na Suíça, goleou o Basel por 4 a 0.

Edition: