Autoeuropa. Trabalhadores aprovam aumentos salariais

Para a CT, que fala de uma "expressiva participação", estes dados mostram "o quanto estão [os trabalhadores] empenhados em defender os seus interesses colectivos".

Os trabalhadores da Autoeuropa aprovaram hoje, em referendo, o pré-acordo laboral que estava a ser negociado desde dezembro entre a administração e a Comissão de Trabalhadores (CT).

Depois, segue-se um referendo, por voto secreto, o qual tem de contar com 2/3 dos funcionários para ser válido (se votarem menos o acto torna-se nulo e a CT fica em funções).

O pré-acordo abrange um conjunto de questões que fazem parte do caderno reivindicativo, prevê aumentos salariais de 3,2 por cento com retroativos a outubro do ano passado.

Durante os próximos cinco meses deverá continuar em vigor o horário imposto por decisão administrativa da Autoeuropa, que estabelece as normas do trabalho ao sábado e respetivas contrapartidas remuneratórias, uma vez que não foi possível o entendimento sobre os novos horários para este primeiro semestre de 2018, disse a fonte. Está previsto também o pagamento de uma gratificação de 100 ou 200 euros, conforme a antiguidade.

Edition: