Tajani aceita ser o candidato a primeiro-ministro de Berlusconi

O atual presidente do Parlamento Europeu aceitou chefiar o Governo italiano caso Silvio Berlusconi vença as eleições. "Esta noite disse-lhe que estou disponível para servir a Itália". "Agora, qualquer decisão cabe aos nossos concidadãos e ao Presidente da República", confirmou Tajani no Twitter.

A informação foi confirmada em sua própria emissora de televisão, "Mediaset", por Berlusconi, inabilitado politicamente até 2019 e que apostou em seu correligionário Tajani como candidato para o pleito de 4 de março por seu partido, o Força Itália.

"Na Europa todos me pediram que não levasse Tajani porque é o melhor presidente da história do parlamento", destacou. Dela fazem parte a Forza Itália, de Berlusconi (e agora também de Taiani) e os partidos de extrema-direita Liga Norte e Irmãos de Itália.

Segundo as últimas sondagens, a coligação de centro-direita é quem tem mais hipóteses de vir a formar governo.

Edition: