Novos Pokémon? Não, são os mascotes dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Com uma expressiva votação de estudantes das escolas do Japão, foram escolhidas nesta quarta-feira as mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, em 2020.

Aproximadamente 17 mil escolas do ensino fundamental do Japão participaram da votação, representando cerca de 70% dos colégios deste tipo no país, assim como algumas unidades japonesas no exterior. A dupla que representava a opção A desbancou as outras duas que estavam na disputa. Seus personagens - azul escuro para os Jogos Olímpicos e rosa de cerejeira para os Jogos Paralímpicos - esforçaram-se para combinar valores tradicionais com um aspecto futurista, reforçando o conceito de "inovação de harmonia" que é o cerne da visão de marca para Tóquio 2020.

E, em um país preocupado em receber os visitantes à altura, "os dois são muito hospitaleiros, combinando tradição e modernidade", segundo o comitê organizador.

Os mascotes dos Jogos de Tóquio esperam repetir o sucesso do Soohorang, o pequeno tigre branco que foi entregue como um brinde a cada atleta no pódio dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, na Coreia do Sul.

A palavra final na escolha foi das crianças para evitar um novo fiasco, depois do embaraçoso caso do logotipo dos Jogos, cujo design inicial foi modificado em 2015 após acusações de plágio.

Já a mascote da Paralimpíada é uma personagem divertida e com poderes supernaturais.

Edition: