Acusado de cometer 25 homicídios é preso em Redenção do Gurgueia

Nêgo Lídio, como é conhecido, é acusado de 25 homícidios e estava foragido desde de 2014, sendo procurado pela Polícia Civil de Pernambuco.

Um homem, identificado como Jerry Adriani Gomes da Silva, foi preso nessa quarta-feira, 28, em Redenção do Gurguéia.

"O próprio capturado informou a polícia que é foragido, onde fugiu através de um túnel, após faltar energia no Complexo Prisional devido a uma explosão que ocorreu na subestação de energia do Curado, em Recife", informou a secretaria de Segurança. Ele cumpria pena de 47 anos e ainda aguardava três júris populares, antes de escapar. "Nego de Lídio" é considerado, entre outros crimes, como responsável pela morte do líder comunitário Fulgêncio da Silva, do Projeto Caraíbas, na década de 90.

Com Nego Lídio foram encontradas: duas pistolas calibre.380, sendo 01 PT 58 HC Plus com dois carregadores e 01 PT 58 SS com três carregadores, juntamente com 73 munições calibre.380, além de uma espingarda CBC calibre 12 com sete munições, bem como 05 munições calibre.28. Coube a ele, ainda, o primeiro registro da modalidade chamada "novo cangaço" do país, em 2003, na cidade Ribeira do Pombal, na Bahia. Hoje, foi encaminhado para a Força Tarefa Bancos de Pernambuco, para adoção das medidas decorrentes.

Edition: