Receita espera entrega de 28,8 milhões de declarações de IR em 2018

Será obrigado a declarar quem recebeu mais de R$ 28.559,70 no ano passado. Idosos, portadores de doença grave e deficientes têm prioridade. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.

Neste ano, será obrigatória a apresentação do CPF para dependentes a partir de 8 anos, completados até o dia 31 de dezembro de 2017.

A partir de 2019, a obrigatoriedade será para todos os dependentes, de qualquer idade.

Para quem perder o prazo, a multa será de 1% ao mês de atraso sobre o imposto devido - sendo a multa mínima R$ 165,74 e a máximo, 20% do imposto devido.

Quem não está muito familiarizado com a declaração do IR pode ter dúvidas sobre o modelo ideal de formulário a preencher.

Se a defasagem fosse corrigida, a faixa de isenção de pagamento do Imposto de Renda, que hoje é para quem ganha até R$ 1.903,98, subiria para aqueles que recebem até R$ 3.556,56. No caso da atividade rural, é preciso ter recebido uma receita bruta maior que R$ 142.798,50. As deduções estão limitadas a R$ 2.275,08 por dependente.

O contribuinte que tiver imposto a pagar poderá dividir o valor em até oito cotas mensais, mas nenhuma delas pode ser inferior a R$ 50.

A Receita disponibiliza o programa de declaração do IRPF 2018 para computadores, que pode ser baixado no site da Receita Federal, e para tablets e smartphones, disponíveis na App Store ou Google Play.

Uma opção é a declaração simplificada, na qual há uma dedução padrão de 20% do valor dos rendimentos, abatimento que substitui todas as outras deduções.

Já no modelo completo, destaca-se despesas como plano de saúde, pagamentos escolares e gastos com dependentes. O limite de deduções nesse caso é de R$ 16.754,34, mesmo montante do ano passado.

A declaração pode ser elaborada pelo computador, por meio do Programa Gerador da Declaração (PGD) IRPF 2018, que estará disponível na página da Receita na internet nesta segunda-feira (26), ou por meio do serviço "Meu Imposto de Renda", disponível no Centro Virtual de Atendimento na página da Receita na internet, com o uso de certificado digital. Ao optar por este formato, o contribuinte recebe valores prontos e deve apenas confirmar.

Para quem declarou IR em 2017, outra dica é recuperar o documento, que pode ajudar no preenchimento de campos como a relação de bens, por exemplo. As demais devem ser pagas até o último dia útil de cada mês conseguinte, acrescidas de juros.

É possível antecipar, total ou parcialmente, o pagamento das cotas.

Uma das novidades apresentadas pelo supervisor foi a possibilidade de fazer declarações retificadores pelo novo aplicativo da Receita Federal.

O primeiro passo para fazer a declaração é buscar os arquivos do exercício anterior.

Controles de compra e venda de ações ou DARFs de renda variável.

Edition: