Alerta: testes no Facebook são iscas para empresas coletarem dados de usuários

Sempre há quem defenda e quem critique o meme ou a brincadeira.

Nos últimos anos, o Facebook diminuiu um pouco o alcance do que apps podem fazer com os dados dos usuários, mas ele ainda entrega bastante informação - suficiente para dissuadir qualquer um bem informado de se submeter a testes como esses testes de personalidade e outros conteúdos interativos. O problema é que o teste pode não ser tão inocente quanto parece.

A transformação é feita pelo aplicativo FaceApp através do site Kueez, que reúne diversos outros testes que precisam do acesso a algumas informações da conta do usuário para serem realizados. "Para descobrir isso, fomos analisar a política de privacidade do site Kueez, operado por uma empresa identificada como Yoto Media Group, onde há alguns pontos suspeitos que, se fossem apresentados de forma mais clara aos usuários, poderiam desencorajar o compartilhamento de informações por parte dos usuários", comenta o texto do Olhar Digital.

De acordo com a publicação, o risco está no fato da empresa Kueez, responsável pela brincadeira, solicitar em primeira mão o seu perfil na rede social onde consta nome, data de nascimento, todas as fotos, lista de amigos, informações de contatos e endereço de e-mail. Para minimizar as ações do Kueez, você pode ir nas Configurações de Aplicativos no Facebook e e remover as permissões concedidas ao app, o que não garante, no entanto, que as informações não tenham sido armazenadas no banco de dados. O que nós guardamos é ID de usuário, email, nome e resultado da foto para oferecer uma experiência melhor de usuário (como recomendações), o que é padrão. Você pode desativar o aplicativo no Facebook. É importante notar que as permissões que pedimos são baseadas no próprio quiz.

Edition: