Muitas atrizes aquecem os produtores para obter um papel

A ex-atriz Brigitte Bardot considerou hoje que a maior parte das denúncias de abuso sexual no cinema, conhecidas nos últimos meses, são "casos hipócritas" e afirmou que muitas intérpretes "aquecem os produtores para obter um papel". E eu chava charmoso que me dissessem que era linda ou que eu tinha um rabo bonito.

Em entrevista à revista "Paris Match", Bardot, que fez muito sucesso na década de 1960, indicou que a polêmica provocada pelos abusos sexuais contra atrizes "ocupa o lugar de temas importantes sobre os quais deveríamos debater". "Depois, para chamar atenção, elas dizem que foram assediadas. Na realidade, mais do que beneficiá-las, isso as prejudica", opinou. "Este tipo de elogio é agradável", descreveu a atriz, que se aposentou em 1973 para se dedicar em tempo integral à causa dos direitos animais.

Recentemente, um grupo de quase 100 mulheres, dentre elas a atriz francesa Catherine Deneuve, de 74 anos, assinou uma carta que critica as campanhas mundiais contra o assédio sexual. No texto, elas apoiam a ideia de que os homens devem ser "livres para abordar mulheres". Durante a cerimônia, a apresentadora de talk show Oprah Winfrey aproveitou para fazer um discurso inflamado criticando o racismo e o assédio. Ao ser questionada sobre o que pensa sobre as atrizes que denunciam o assédio sexual, foi taxativa.

Edition: