Ibovespa chega perto dos 80 mil pontos

- MRV ON ganhava 1,87 por cento, após divulgar sua prévia operacional com alta de 41 por cento nos lançamentos em 2017. Em termos reais, o indicador ainda está bem distante do recorde de maio de 2008: os 73.516 pontos hoje seriam equivalentes a cerca de 130 mil pontos.

Ainda assim, ao testar a nova máxima histórica - apenas oito pregões depois de ter passado a barreira dos 79 mil pontos - o índice mostra que os investidores deixaram no retrovisor tanto o rebaixamento da nota de crédito soberana pela agência de classificação de risco S&P Global quanto os alertas mais severos por parte da Moody's nessa semana.

Às 12h49, o dólar avançava 0,08%, a R$ 3,2316 na venda.

Na véspera, o índice rompeu pela primeira vez o marco dos 80 mil pontos, mas não o sustentou o patamar até o fechamento que ficou com 79.831 pontos. O índice mantém a alta com o contínuo fluxo de investimento estrangeiro, e nesta sessão, favorecida pelo vencimento de opções sobre o Ibovespa. O dólar à vista subiu 0,77%, para R$ 3,228. "O nosso mercado é extremamente pequeno e uma entra de recursos maior tem um efeito significativo", diz.

No radar político, porém, há um pessimismo quanto a reforma da Previdência. A partir de novembro de 2014, a Petrobras passou a ser penalizada pelos investidores, depois que a companhia anunciou que iria adiar a publicação do balanço do terceiro trimestre daquele ano por causa dos impactos causados com as investigações da Operação Lava-Jato. Depois do ajuste pelas altas recentes, as siderúrgicas e a Vale (+2,01%, a R$ 43,15) pegaram carona no entusiasmo local e também encerraram com importantes ganhos.

No setor bancário, os papéis do Itaú Unibanco avançaram 1,65%.

DÓLARA moeda americana perdeu força ante 22 das 31 principais divisas do mundo.

No mercado de juros futuros, os contratos mais negociados tiveram resultados distintos. O contrato para abril de 2018 caiu de 6,757% para 6,752%.

Edition: