Combate aos crimes económico-financeiros é hoje mais eficaz - PGR

Para Marques Vidal "é justo reconhecer como positivos os resultados dos caminhos até agora percorridos".

A procuradora-geral da República disse hoje que a ação penal é mais eficaz, mesmo no combate à criminalidade de elevada complexidade, beneficiando da criação de estruturas especializadas para a investigação da corrupção.

Numa breve intervenção, Joana Marques Vidal fez - como se estivesse de saída - um balanço dos últimos cinco anos, altura em que esteve à frente da Procuradoria-Geral.

E não esqueceu de recomendar que o novo estatuto consagre a autonomia financeira.

No seu discurso, Joana Marques Vidal destacou a importância da cooperação judicial internacional, reconhecendo a "especial ligação do Ministério Público português aos ministérios públicos dos países da CPLP e territórios de língua oficial portuguesa". "E fizeram-no ultrapassando circunstâncias difíceis e até, por vezes, adversas", com "manifesta" falta de magistrados e funcionários, notou.

Joana Marques Vidal aproveitou ainda para saudar "vivamente" o pacto da Justiça, acreditando que "importa, agora, alargar a reflexão e o debate" aos profissionais e instituições da Justiça.

Edition: