Congresso Nacional aprova salário mínimo de R$ 965 para 2018

Desse total, cerca de R$ 2 bilhões foram destinados ao cumprimento da meta fiscal.

PIB SOBE /O governo elevou sua estimativa oficial para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano de 0,5% para 1,1%, anunciou ontem o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.Esse valor está acima da previsão de crescimento do mercado financeiro para 2017, que é de 0,91%.

Em agosto, o valor previsto para o salário mínimo de 2018 era de R$ 979.

"Não tive condição de atender nenhum pleito na totalidade”, disse Leão". Entre elas estão a ampliação da alíquota previdenciária dos servidores públicos (Medida Provisória 805/17), o aumento do imposto de renda sobre fundos de investimentos fechados (MP 806/17) e o fim da desoneração da folha de pagamento (Projeto de Lei 8456/17). A proposta representa apenas aumento de 2,99% sobre o valor atual de R$ 937. A regra de correção aprovada no Congresso é válida até 2019. Apesar de a meta fiscal ser um rombo de R$ 159 bilhões para o governo central (que reúne Tesouro, Banco Central e Previdência Social), o relator da matéria, deputado Cacá Leão (PP-BA), estimou que o governo chegará ao fim do ano com um resultado negativo menor, de R$ 157 bilhões. O FEFC foi criado após o Supremo Tribunal Federal (STF) declarar inconstitucionais as normas que permitem a empresas doar para campanhas eleitorais.

Ao final da votação, houve reivindicação de parlamentares para elevar recursos para algumas áreas, como as dotações para pesquisas da Embrapa, que receberam mais R$ 14 milhões, totalizando R$ 240 milhões, e para ações de assistência social. O relator-geral atendeu parte da emenda (R$ 300 milhões).

A equipe econômica também elevou de 2% para 3% a previsão de expansão da economia em 2018.

A senadora Lúcia Vânia (PSB-GO) alertou para a falta de recursos na assistência social.

As emendas individuais de deputados e senadores ao projeto somaram R$ 8,8 bilhões.

Edition: