Casal de bilionários é encontrado morto em mansão

A gigante farmacêutica canadense Apotex confirmou a morte de seu fundador, o bilionário Barry Sherman, após a polícia anunciar duas mortes suspeitas na luxuosa mansão onde morava com sua mulher, em Toronto.

Sherman é fundador da fabricante de medicamentos genéricos Apotex, considerada a maior do Canadá e a 7ª maior do mundo.

O primeiro-ministro Justin Trudeau disse se sentir "entristecido pelas notícias da morte repentina de Barry e Honey Sherman".

A polícia não encontrou sinais de entrada forçada na propriedade.

A polícia forneceu poucos detalhes e não confirmou a identidade das vítimas. O detetive Brandon Price disse, inclusive, que as autoridades não estão certas de que haja algum tipo de "jogo sujo" envolvido. As autoridades não procuram suspeitos. Os serviços de emergência foram chamados, sexta-feira de manhã, à moradia do casal, mas já nada havia a fazer. "As circunstâncias da sua morte parecem suspeitas e nós estamos a tratar o caso dessa forma", afirmou o responsável da polícia no local, citado por diversos órgãos de comunicação social.

O casal tinha recentemente posto a casa à venda, por isso, os corpos foram encontrados pelo agente imobiliário que estava na propriedade para preparar uma visita à casa, de acordo com um familiar do casal.

Sherman está entre os mais ricos do país e aparece na lista da Forbes com uma fortuna de 3 bilhões de dólares.

Edition: