Banco de Portugal: desemprego abaixo dos 7% em 2019

Os números hoje divulgados pelo BdP acompanham a expectativa do Governo para este ano, que também antecipa um crescimento de 2,6%, e são ligeiramente mais optimistas para 2018, uma vez que o executivo espera que o PIB cresça 2,2% no próximo ano (abaixo dos 2,3% projectados pelo banco central). Assim como para 2019: nas últimas estimativas o BdP apontava para um crescimento de 1,8%, agora calcula 1,9%. Um crescimento robusto, diz o Banco de Portugal, graças a um enquadramento externo favorável que tem feito aumentar a procura.

Em 2020, calcula a instituição liderada por Carlos Costa, a taxa de desemprego estará nos 6,1% - a última vez que se verificou um valor menor foi em 2002.

Em termos médios, este crescimento previsto para o consumo privado está "aproximadamente em linha" com o esperado para o rendimento disponível real, "o que se traduz numa taxa de poupança globalmente estável".

Os dados mais recentes apontam ainda para uma continuação da recuperação do mercado de trabalho ao longo do horizonte das projeções.

O regulador acredita que será já em 2018 que o país vai ver o desemprego cair abaixo da barreira dos 8%: será de 7,8% em vez de 8,2% como estimado no último boletim, sendo necessário recuar a 2008 para encontrar um valor mais baixo.

No entanto, o BdP alerta para que, "não obstante os progressos observados desde 2013" no mercado de trabalho, "persiste uma percentagem de desempregados de longa duração de difícil reincorporação no mercado de trabalho".

A economia portuguesa deverá "manter uma situação de capacidade de financiamento em percentagem do PIB" até 2020 e o excedente da balança corrente e de capital deverá manter-se "relativamente estável em 2017 e aumentar moderadamente no período 2018-2020".

No entanto, permanecem fragilidades na economia portuguesa.

Isto segundo uma análise do Banco de Portugal, com base em dois cenários elaborados pelo Banco de Espanha: um aumento temporário da incerteza política ou um aumento mais persistente.

Edition: