Jeffrey Tambor deixa "Transparent" após acusações de assédio

Jeffrey Tambor, de 73 anos, está a ser acusado por duas mulheres - ambas transsexuais - de assédio sexual e conduta imprópria nos sets de gravações da série.

Tambor venceu dois prêmios Emmy de Melhor Ator de Série de Comédia por "Transparent", em que interpreta um transexual novato da Terceira Idade, cuja transição de gênero pega a família de surpresa.

Tambor negou veemente as primeiras acusações, mas quando a segunda emergiu nessa última terça-feira (14), ele emitiu um comunicado reconhecendo que embora tenha tido um comportamento volátil e raivoso em alguns momentos, isso não faria dele um predador.

"Interpretar Maura Pfefferman em 'Transparent' tem sido um dos maiores privilégios e experiências criativas da minha vida", disse Jeffrey Tambor, num comunicado divulgado este domingo pelo site Deadline. O que ficou claro nas últimas semanas é que esse não é mais o trabalho que me comprometi a fazer há quatro anos.

Jeffrey Tambor expressa ainda o "mais profundo arrependimento" por alguma das suas atitudes ter sido "mal interpretada", acrescentando que a ideia de "deliberadamente assediar alguém é simplesmente falsa". "Dada a atmosfera política que está no nosso set, não vejo como posso retornar para Transparent". Criada por Jill Soloway, a série é exibida pela Amazon.

Tambor é o caso mais recente a vir a público em Hollywood, depois do escândalo sexual no centro do qual se encontra o produtor Harvey Weinstein, acusado de assédio e abusos por mais de 90 mulheres. Entre os acusados estão atores como Kevin Spacey e Dustin Hoffman, o ex-presidente da Amazon Studios Roy Price, e os cineastas Brett Ratner e James Toback.

Edition: