Netflix está trabalhando em 80 filmes e 30 animes

A Netflix revelou os planos ambiciosos para o seu conteúdo original planeado para o próximo ano, indicando que tem oito mil milhões de dólares (6.8 mil milhões de euros) disponíveis para gastar em séries, filmes e documentários para os seus subscritores. A empresa que se transformou em sinônimo de serviço por assinatura pretende investir impressionantes US$ 8 bilhões (o equivalente a R$ 25,3 bilhões) para que, até o final do ano que vem, metade de seu catálogo seja composto de conteúdo original. A medida demonstra que a companhia já percebeu que não pode ficar na dependência de conteúdos licenciados.

O movimento por parte da Netflix parece natural, principalmente porque outras empresas também já estão partindo para a mesma solução. O que surpreende, na verdade, é a forma como a Netflix quer fazer isso.

Conforme Ted Sarandos, Cheif Content Officer, a Netflix quer expandir o seu catálogo em uma direção que pode, inclusive, soar estranho.

A Netflix anunciou na última 2ª feira (16.out.2017) que lançará 80 filmes no próximo ano. Embora não tenha alcançado o sucesso esperado, o filme live-action de Death Note mostra que a empresa realmente quer brigar com gente grande. Será que a estratégia vai dar certo?

Edition: