Uber apela contra decisão de suspensão de seus serviços em Londres

A Uber apresentou um recurso judicial nesta sexta-feira para reverter uma decisão do órgão regulador de transporte de Londres, que retira a licença do aplicativo de táxi para funcionar na capital inglesa.

A solicitação da revogação da licença da Uber foi movida ao tribunal britânico pela Transport for London mediante à alegação de que a startup de caronas não cumpre com a legislação londrina por sua abordagem inadequada no que diz respeito a crimes e verificações de antecedentes de motoristas.

O apelo marca o início de meses de discussões legais, em uma batalha que lançou uma das cidades mais ricas do mundo contra um gigante do Vale do Silício, conhecido por incursões em novos mercados em todo o mundo que provocaram competição por empresas de táxi estabelecidas. Um porta-voz do Judiciário do Reino Unido informou que uma audiência deve ocorrer no dia 11 de dezembro.

A Uber, criticada pelo prefeito de Londres, Sadiq Khan, por utilizar um "exército de advogados", disse que espera manter o diálogo com a TfL para encontrar uma maneira de prosseguir. "Como disse o nosso novo CEO, estamos determinados a fazer a coisa certa".

Edition: