Mano volta ao comando do Cruzeiro e elogia o desempenho da equipe

De volta a Toca da Raposa apos dez dias afastado, o técnico Mano Menezes reassumiu o comando do Cruzeiro na manhã dessa sexta-feira (13), quando voltou a garantir que não tem pressa para tratar da sua renovação com o clube. E logo de cara, foi escalado para enfrentar os repórteres na entrevista coletiva e responder sobre seu futuro no Cruzeiro.

- Foi dado um regime de urgência para isso (renovação) sem necessidade. "Vamos aproveitar e ir atrás das vitórias, mesmo porque valoriza o Campeonato Brasileiro e valoriza o título que acabamos de conquistar", considerou. Esse ambiente criado faz as pessoas se sentirem bem e, com isso, querem fazer o melhor para o torcedor sempre. "O mais importante é as coisas estarem claras para todos os lados, porque será um ano importante para o clube".

Presidente eleito para o triênio 2018-2020, Wagner Pires de Sá pretende manter o atual treinador no cargo. Atualmente, Mano recebe aproximadamente R$ 500 mil mensais na Raposa.

O comandante, que esteve fora da equipe nas últimas duas partidas, comemorou o retorno no melhor momento da equipe na temporada.

"É um prazer voltar a trabalhar". Jogadores, comissão técnica, funcionários e familiares participarão da festa, que terá, aproximadamente, 150 quilos de carne e 400 litros de chope. O Sidnei teve os méritos dele, os jogadores também tiveram os méritos, porque quando o assistente vai comandar é um pouco diferente, mas o comprometimento dos jogadores nos jogos foi exatamente o mesmo, as ideias foram as mesmas. A dupla desfalcou o Cruzeiro nos duelos contra a Ponte Preta, no sábado, e Grêmio, na quarta, e tem chances de estar presente no confronto diante do Coritiba, na próxima quarta, às 19h30, no Couto Pereira, pela 29ª rodada do Brasileirão.

Edition: