Diguinho é preso sob suspeita de agressão a um policial no RS

Segundo informações divulgadas pelo G1, Rodrigo Oliveira de Bittencourt foi preso na noite da última quinta-feira, sob acusação de agressão a um policial durante o evento da Oktoberfest, na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. O caso aconteceu durante um evento da Oktoberfest.

De acordo com a Brigada Militar, Diguinho deu um soco na boca de um policial militar que havia o abordado. Após assinar um termo circunstanciado, que é um registro para infrações de menor potencial ofensivo, Diguinho foi liberado. No termo, Diguinho responde por lesão corporal e a mulher por desacato e resistência. Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App StoreNatural de Canoas, Diguinho iniciou sua carreira como jogador profissional no Cruzeiro, de Porto Alegre.

O jogador, de 34 anos, se desentendeu com um PM e logo depois desferiu um tapa no rosto do agente, recebendo em seguida voz de prisão. O jogador chegou ao Botafogo em 2005 e permaneceu no clube até 2008. No ano seguinte foi transferido para o Fluminense, onde ficou até 2014.

O jogador foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) em 2012, junto com o ex-companheiro Emerson Sheik, por contrabando e lavagem de dinheiro na aquisição de uma BMW X6 importada de forma ilegal dos Estados Unidos. O ex-jogador afirmou que não tinha conhecimento que o automóvel havia sido importado ilegalmente e exigiu uma indenização do atacante, com quem jogou no Fluminense, na Justiça.

Edition: