Comemorações do Centenário das Aparições de Fátima terminam no próximo sábado — Caminha

A fachada da Basílica da Nossa Senhora do Rosário de Fátima, com 140 metros de largura e 58 metros de altura, é assim transformada num ecrã de projeção de 3100 metros quadrados, "tornando-se no eixo narrativo de uma história que pretende projetar simbolicamente a luz de Fátima no coração de todos os crentes".

Na homilia, o bispo de Leiria-Fátima apelidou Nossa Senhora de "rainha da paz" e "advogada" dos povos.

"Hoje, queremos confiar à intercessão da Virgem Mãe, Nossa Senhora do Rosário de Fátima, os nossos anseios mais íntimos, as esperanças e as dores da humanidade ferida, os problemas do mundo e, de modo particular, a grande causa da paz entre os povos", adiantou António Marto.

As reportagens de televisão "Maria, de Fátima", de Berta Freitas, jornalista da RTP, e multimedia "Fátima na Bielorussia, uma chama que a URSS não apagou" de Aura Miguel e Joana Bourgard, da Rádio Renascença, venceram o Prémio de Jornalismo Centenário das Aparições, anunciou esta tarde, 12 de outubro, o Santuário de Fátima.

De acordo com informação transmitida hoje em conferência de imprensa pelo porta-voz da comissão das celebrações, o padre Firmino Kaculo, a imagem chega sexta-feira pelas 08:00 ao aeroporto internacional de Luanda e pelas 18:00 está prevista uma procissão pela cidade, até à receção na igreja de Nossa Senhora de Fátima, onde permanecerá até 23 de outubro. "Aos três pastorinhos, Lúcia, Jacinta e Francisco, recomendou com insistência que se rezasse o rosário todos os dias, para obter o fim da guerra e alcançar a paz", disse D. António Marto. "Todos podem ser artesãos de paz", acrescentou o papa, referindo a mensagem para o Dia Mundial da Paz de 2017.

Edition: