Polícia prende suspeito de estupro nos Jardins

O homem que se passou por agente da polícia federal para assaltar e abusar sexualmente de uma mulher no bairro dos Jardins, em São Paulo, foi preso nesta quarta-feira (11). "O cidadão a teria estuprado e ainda a fez tirar R$ 3 mil no caixa eletrônico", disse o delegado seccional do Centro, Marco Antonio de Paula Santos. Neste meio tempo, a estuprou.

A vítima foi rendida na saída de um supermercado na Rua Augusta, nos Jardins, região central de São Paulo. Em todas as situações, que ocorreram em pontos próximos na capital paulista, as abordagens foram descritas de forma parecida: o homem se identificava como policial, mostrando o distintivo, e pedia que a mulher abrisse o vidro e encostasse o carro para que ele pudesse aplicar uma multa. A mulher acreditou se tratar mesmo de um policial federal e imediatamente parou seu veículo e abriu o vidro. Nesse momento, ela acabou sendo rendida.

O marido da vítima publicou um texto nas redes com detalhes do crime. O delegado também não deu maiores informações sobre a vítima, porque ela se encontra muito abalada com todo o ocorrido.

Na última terça-feira, 10, o caso passou a ser divulgado nas redes sociais, especialmente em grupos do WhatsApp, com imagens de câmeras de segurança do estacionamento do supermercado, que mostram a hora em que o homem se aproxima do carro. Ela teria andado por três horas no carro.

Edition: