Aboubakar já é 100% do FC Porto

Clube azul e branco apresentou esta quinta-feira as contas referentes a 2016/17.

Vincent Aboubakar renovou contrato com o FC Porto até 30 de junho de 2021, num acordo que não altera o valor da cláusula de rescisão, fixada em 50 milhões de euros.

A cláusula de rescisão mantém-se nos 50 milhões de euros.

O FC Porto informou esta manhã a CMVM que comprou 60% do passe de Vicent Aboubakar por 7,2 milhões de euros, passando assim a deter a totalidade do passe do avançado africano.

O 'cash-flow' operacional regressou a terreno positivo, atingindo já os 22,751 milhões de euros. Houve um aumento das receitas das competições da UEFA e uma diminuição dos custos com o pessoal e com o staff técnico.

Resultado Líquido Consolidado negativo em 35.315 milhões de euros, que reflete um desagravamento face ao registado no período homólogo.

O ativo cresceu 3,380 milhões de euros, face a 30 de junho de 2016, e situa-se, agora, nos 378,425 milhões.

O ano fica, também, marcado pelo crescimento do passivo em 38,379 milhões de euros, com a SAD a atingir um passivo total de 387,560 milhões. "O FC Porto liquidou a última prestação do project finance para a construção do Estádio do Dragão, pelo que este se encontra totalmente pago", lê-se no comunicado.

O acordo com a UEFA prevê que o F. C. Porto possa apresentar resultados negativos de 20 milhões de euros esta época, 10 milhões em 2018/19 e chegar ao "break-even" (nem lucro nem prejuízo) em 2019/20.

Edition: