Nokia anuncia fim da câmera Ozo e demissão de 310 funcionários

A Nokia informou nesta terça-feira (10) que vai encerrar as atividades de desenvolvimento da câmera de realidade virtual Ozo. Por conta disso, a empresa irá demitir um total de 310 funcionários na Finlândia, seu país natal, além dos EUA e Reino Unido.

"A Nokia Technologies está em um momento em que, com o foco e o investimento corretos, podemos aumentar significativamente nossa presença no mercado digital de saúde, e devemos aproveitar essa oportunidade", afirmou o presidente da Nokia Technologies, Gregory Lee, em um comunicado sobre as mudanças.

A finlandesa prometeu manter o suporte com os clientes existentes e o que restar de sua divisão VR será negociada com parceiros interessados em licenciamento de sua marca e hardware.

A câmera Ozo, quando surgiu no mercado, tinha a promessa de ser um novo padrão de captura profissional, de edição e ainda reprodução de conteúdo.

No entanto, o desenvolvimento do mercado VR ainda é bastante lento e o alto valor do produto acabou desanimando os consumidores. Inicialmente, a câmera começou a ser comercializada por US$ 60 mil (cerca de R$ 190 mil).

Edition: